O que é OEE – Eficiência Global do Equipamento?

0
28
OEE
OEE

Como Medir e Otimizar a Eficiência dos Equipamentos

A Eficiência Global do Equipamento (Overall Equipment Effectiveness – OEE) é uma métrica utilizada na indústria para medir o desempenho e eficiência de um equipamento ou processo de produção. Ela fornece uma visão abrangente sobre como um equipamento está sendo utilizado e qual sua capacidade de produção real. O OEE é uma ferramenta importante para identificar e eliminar desperdícios, reduzir custos e melhorar a produtividade.

O conceito de OEE foi introduzido pela primeira vez nos anos 60 pelo Japão, como parte da filosofia de produção Lean Manufacturing. Desde então, tem sido amplamente adotado por empresas em todo o mundo como uma forma de identificar e melhorar a eficiência de seus processos de produção. Ao medir a eficiência de um equipamento, o OEE permite que as empresas identifiquem as áreas de melhoria e implementem ações corretivas para maximizar a produtividade.

Compreendendo a Importância da OEE na Indústria

A importância da OEE na indústria vai além de apenas medir a eficiência de um equipamento. Ela é uma ferramenta crucial para a identificação de gargalos e desperdícios no processo de produção. Ao analisar os três principais componentes do OEE – disponibilidade, performance e qualidade – as empresas podem identificar as principais áreas de melhoria e implementar ações para otimizar a produção.

Além de identificar áreas de melhoria, a OEE também é importante para medir o sucesso das iniciativas de melhoria contínua. Ao estabelecer uma linha de base inicial e acompanhar os resultados ao longo do tempo, as empresas podem avaliar o impacto das ações implementadas e identificar se estão alcançando seus objetivos de produtividade e eficiência.

LR-7188XG – Controlador Programável ISaGRAF 5 Linguagens PLC IEC61131-3

Controlador Programável ISaGRAF 5

Componentes da OEE: Disponibilidade, Performance e Qualidade

A OEE é composta por três componentes principais: disponibilidade, performance e qualidade. Esses componentes são medidos individualmente e, em seguida, combinados para calcular a eficiência geral do equipamento.

A disponibilidade mede o tempo em que um equipamento está disponível para produção em relação ao tempo total disponível. A performance mede a velocidade real de produção em relação à velocidade ideal, levando em consideração paradas e velocidade reduzida. A qualidade mede a porcentagem de produtos bons em relação ao total produzido.

Ao analisar cada um desses componentes separadamente, as empresas podem identificar as principais áreas de ineficiência e implementar ações corretivas para melhorar a eficiência geral do equipamento.

Como Calcular a Eficiência Global do Equipamento

Para calcular a Eficiência Global do Equipamento (OEE), é necessário calcular a disponibilidade, a performance e a qualidade do equipamento.

A disponibilidade é calculada dividindo o tempo em que o equipamento está disponível para produção pelo tempo total disponível. Por exemplo, se um equipamento está disponível para produção durante 8 horas em um dia de 24 horas, a disponibilidade seria de 8/24, ou 33,33%.

A performance é calculada dividindo a velocidade real de produção pela velocidade ideal de produção. Por exemplo, se a velocidade ideal de produção é de 100 unidades por hora e o equipamento produz apenas 80 unidades por hora, a performance seria de 80/100, ou 80%.

A qualidade é calculada dividindo o número de produtos bons pelo total produzido. Por exemplo, se um equipamento produz 200 unidades no total, sendo 180 unidades boas, a qualidade seria de 180/200, ou 90%.

Para obter a eficiência geral do equipamento, basta multiplicar a disponibilidade, a performance e a qualidade. Por exemplo, se a disponibilidade é de 33,33%, a performance é de 80% e a qualidade é de 90%, a eficiência geral do equipamento seria de 33,33% x 80% x 90%, ou 24%.

O Papel do OEE na Manutenção Produtiva Total (TPM)

O OEE desempenha um papel fundamental na Manutenção Produtiva Total (TPM), uma abordagem de gestão focada na eliminação de perdas e melhoria contínua dos processos de produção. A TPM tem como objetivo maximizar a eficiência dos equipamentos, reduzir os tempos de parada e melhorar a qualidade dos produtos.

Através da medição da eficiência global do equipamento, o OEE fornece dados importantes para a implementação de ações corretivas e preventivas de manutenção. Ao identificar as principais áreas de ineficiência, as empresas podem implementar programas de manutenção preventiva para minimizar as paradas não programadas e maximizar a disponibilidade do equipamento.

Além disso, o OEE também permite a identificação de problemas de qualidade, possibilitando a implementação de ações corretivas para melhorar a qualidade dos produtos. Dessa forma, a OEE desempenha um papel fundamental na estratégia de TPM, ajudando as empresas a alcançar seus objetivos de eficiência e qualidade.

LR-7188EXD-MTCP – Controlador Programável C e Gateway Modbus TCP/RTU, 1x 10-Base-T, 1x RS-232, 1x RS-485, Slot Expansão, Com Display

Controlador Programável C e Gateway Modbus

Benefícios da Implementação da OEE na Produção Industrial

A implementação da OEE na produção industrial traz uma série de benefícios para as empresas. Ao medir e monitorar a eficiência dos equipamentos, as empresas podem identificar e eliminar desperdícios, reduzir custos e melhorar a produtividade.

Um dos principais benefícios da OEE é a identificação de áreas de melhoria e a implementação de ações corretivas. Ao analisar os dados de OEE, as empresas podem identificar gargalos e ineficiências no processo de produção e implementar ações para otimizar a produção. Isso pode incluir a revisão dos fluxos de trabalho, a reorganização do layout da fábrica e a implementação de treinamentos para os funcionários.

Outro benefício da implementação da OEE é a redução de custos. Ao identificar desperdícios e ineficiências, as empresas podem implementar ações para reduzir o tempo de parada, melhorar a qualidade dos produtos e aumentar a velocidade de produção. Isso resulta em uma redução dos custos de produção e um aumento da rentabilidade.

Além disso, a implementação da OEE também leva a uma melhoria da qualidade dos produtos. Ao monitorar a qualidade em tempo real, as empresas podem identificar problemas de qualidade e implementar ações corretivas para melhorar a qualidade dos produtos. Isso resulta em uma redução dos produtos defeituosos e uma melhoria da satisfação do cliente.

Desafios e Soluções na Implementação da OEE

A implementação da OEE na produção industrial pode enfrentar alguns desafios. Um dos principais desafios é a coleta e análise dos dados necessários para calcular a eficiência global do equipamento. Muitas empresas ainda utilizam métodos manuais para coletar os dados, o que pode levar a erros e atrasos na obtenção dos resultados. Além disso, a análise dos dados também pode ser um desafio, especialmente para empresas que não possuem uma cultura de análise de dados.

Uma solução para esse desafio é a utilização de sistemas de automação e monitoramento de equipamentos. Esses sistemas permitem a coleta automática dos dados de produção e a análise em tempo real. Além disso, eles também podem fornecer insights e relatórios detalhados sobre a eficiência do equipamento, facilitando a tomada de decisões e a implementação de ações corretivas.

Outro desafio na implementação da OEE é a resistência dos funcionários. Muitas vezes, os funcionários podem resistir à implementação da OEE, temendo que a métrica seja usada para avaliar seu desempenho individual. Para superar essa resistência, é importante envolver os funcionários desde o início do processo de implementação, explicando os benefícios da OEE para a empresa e para eles mesmos. Além disso, treinamentos e incentivos podem ser oferecidos para garantir o apoio e a adesão dos funcionários.

Estudo de Caso: A OEE Melhorando a Eficiência na Prática

Um exemplo de como a OEE pode melhorar a eficiência na prática é o caso de uma fábrica de automóveis. A empresa estava enfrentando problemas de baixa produtividade e altos custos de produção devido a problemas de disponibilidade e qualidade em uma de suas linhas de montagem.

Ao implementar a OEE, a empresa foi capaz de identificar que o principal problema estava relacionado à disponibilidade do equipamento. Muitas paradas não programadas estavam ocorrendo devido a problemas de manutenção preventiva não realizada. Além disso, os tempos de parada para ajustes e setups também estavam impactando negativamente a disponibilidade do equipamento.

Com base nessas informações, a empresa implementou um programa de manutenção preventiva mais rigoroso, realizando os ajustes e setups de forma mais eficiente e melhorando a comunicação entre os operadores e a equipe de manutenção. Além disso, foram implementadas melhorias no sistema de gestão de qualidade para reduzir o número de produtos defeituosos.

Após a implementação dessas ações, a empresa conseguiu reduzir significativamente as paradas não programadas, melhorar a disponibilidade do equipamento e reduzir os custos de produção. Além disso, a qualidade dos produtos também melhorou, resultando em uma maior satisfação do cliente.

Conclusão

A Eficiência Global do Equipamento (OEE) é uma métrica essencial na indústria para medir e melhorar a eficiência e produtividade dos equipamentos e processos de produção. Ao medir os componentes de disponibilidade, performance e qualidade, a OEE permite que as empresas identifiquem as principais áreas de ineficiência e implementem ações corretivas e preventivas para melhorar a eficiência geral do equipamento.

A implementação da OEE traz uma série de benefícios para as empresas, incluindo a redução de desperdícios, a redução de custos e a melhoria da qualidade dos produtos. No entanto, a implementação da OEE pode enfrentar desafios, como a coleta e análise de dados e a resistência dos funcionários. Superar esses desafios requer a utilização de sistemas de automação e monitoramento de equipamentos, além do envolvimento e treinamento dos funcionários.

Um estudo de caso na indústria automotiva ilustra como a implementação da OEE pode melhorar a eficiência na prática. Ao identificar problemas de disponibilidade e qualidade, a empresa conseguiu implementar ações corretivas e preventivas que resultaram em uma redução significativa das paradas não programadas, melhoria da disponibilidade do equipamento e redução dos custos de produção.

Em resumo, a OEE é uma ferramenta fundamental para a melhoria contínua e otimização dos processos de produção. Ao medir, monitorar e analisar a eficiência dos equipamentos, as empresas podem identificar áreas de melhoria, reduzir custos e melhorar a qualidade dos produtos. A implementação da OEE requer o uso de sistemas de automação e o envolvimento dos funcionários, mas os benefícios obtidos valem o esforço.

Agradecimento

Esperamos que você tenha gostado deste artigo.

Se você ficou com alguma dúvida ou quer saber mais sobre esse assunto, deixe um comentário no nosso blog ou no nosso fórum de discussões.

Nossa engenharia terá o maior prazer em responder ao seu e-mail as suas perguntas e ajudá-lo a entender melhor esse tema.

Também gostaríamos de saber a sua opinião sobre este texto. Você o achou informativo, didático e envolvente? Você aprendeu algo novo com ele? Você tem alguma sugestão de melhoria ou de outro tópico que você gostaria de ver no nosso blog?

Sua participação é muito importante para nós, pois nos ajuda a melhorar a qualidade dos nossos conteúdos e a atender as suas necessidades e expectativas. Por isso, não deixe de nos enviar o seu feedback.

Agradecemos pela sua leitura e esperamos vê-lo novamente em breve no nosso blog. Até a próxima! 😊

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui