Avanços na Proteção Contra Raios

0
53
proteção contra eletricidade/raio
proteção contra eletricidade/raio

A proteção de edifícios e estruturas contra impactos diretos de raios é uma ciência bem estabelecida. Normas reconhecidas internacionalmente sobre proteção contra raios, como as da NFPA (National Fire Protection Association) e da IEC (International Electrotechnical Commission), delineiam técnicas específicas para a proteção de infraestruturas utilizando terminais aéreos, condutores de descida e sistemas de aterramento. Estas técnicas, em grande parte, permanecem inalteradas desde a época de Benjamin Franklin, sendo o bastão de Franklin ainda o terminal aéreo mais utilizado.

Atualmente, novos sistemas não convencionais estão começando a ser aceitos, embora exista uma considerável controvérsia em torno de sua eficácia. Estes incluem tecnologias baseadas em princípios de dissipação de carga e sistemas de detecção precoce, que prometem melhorias na prevenção dos efeitos dos raios.

IEC850-211-S – Gateway Modbus TCP para IEC-61850

IEC850-211-S - Gateway Modbus TCP para IEC-61850
IEC850-211-S – Gateway Modbus TCP para IEC-61850

Entendendo a Dinâmica do Raio

Um raio é uma descarga elétrica intensa causada pelo acúmulo de cargas elétricas em uma nuvem de tempestade. Essa descarga pode ocorrer entre nuvens ou entre uma nuvem e o solo. A corrente envolvida em um raio do tipo nuvem-solo varia tipicamente de 2.000 amperes a 200.000 amperes, com uma distribuição log-normal. Na maioria dos casos, esses relâmpagos são originados de células negativamente carregadas, embora descargas positivas sejam também possíveis. O fluxo de corrente é unidirecional, com um tempo de subida menor que 10 microssegundos e um tempo de decaimento não superior a 100 microssegundos. É comum que múltiplas descargas ocorram ao longo do mesmo caminho ionizado, com intervalos de cerca de 50 a 100 milissegundos entre elas.

IMG-4312-4G – Gateway LTE IoT Industrial com IEEE 802.11 b/g/n e 2×10/100Base-T(X), 1xRS-232/422/485

Captura de ecra 2024 05 17 as 15.54.21

Proteção Convecional e Seus Benefícios

Os sistemas convencionais de proteção contra raios, que incluem terminais aéreos (como o bastão de Franklin), condutores de descida e sistemas de aterramento, são altamente eficazes na proteção de edifícios e estruturas contra os efeitos diretos de raios. Eles não só previnem danos estruturais significativos, mas também garantem a segurança dos ocupantes. Estes sistemas são essenciais para instalações que abrigam equipamentos eletrônicos sensíveis e para locais que armazenam materiais inflamáveis ou explosivos.

Considerando os Efeitos Indiretos

Além dos efeitos diretos, é crucial considerar os impactos indiretos de um raio. Distúrbios em linhas de energia e transientes de comutação de carga, que podem ser causados por comutação de cargas indutivas, bancos de capacitores, fontes de alimentação a tiristores e outras operações de comutação elétrica, também representam riscos significativos. Estes eventos podem induzir picos de tensão que danificam equipamentos e comprometem a integridade de sistemas eletrônicos.

LR-7188XG – Controlador Programável ISaGRAF 5 Linguagens PLC IEC61131-3

LR 7188XG Controlador Programavel ISaGRAF 5 Linguagens PLC IEC61131 3

O Futuro da Proteção Contra Raios

À medida que a tecnologia avança, também evoluem as soluções para proteção contra raios. Sistemas inovadores, que utilizam tecnologias de detecção e neutralização de cargas antes que elas resultem em uma descarga total, estão sendo desenvolvidos. Essas tecnologias não só oferecem uma camada adicional de segurança como também reduzem os custos associados a danos por raios.

Conclusão

Em suma, enquanto os sistemas tradicionais de proteção contra raios continuam sendo uma base sólida, as inovações tecnológicas prometem reforçar essa proteção de maneiras antes inimagináveis. A adoção dessas novas tecnologias poderá definir o futuro da segurança em infraestruturas críticas e instalações industriais em todo o mundo.

Agradecimento

Esperamos que você tenha gostado deste artigo.

Se você ficou com alguma dúvida ou quer saber mais sobre esse assunto, deixe um comentário no nosso blog ou no nosso fórum de discussões.

Nossa engenharia terá o maior prazer em responder ao seu e-mail as suas perguntas e ajudá-lo a entender melhor esse tema.

Também gostaríamos de saber a sua opinião sobre este texto. Você o achou informativo, didático e envolvente? Você aprendeu algo novo com ele? Você tem alguma sugestão de melhoria ou de outro tópico que você gostaria de ver no nosso blog?

Sua participação é muito importante para nós, pois nos ajuda a melhorar a qualidade dos nossos conteúdos e a atender as suas necessidades e expectativas. Por isso, não deixe de nos enviar o seu feedback.

Agradecemos pela sua leitura e esperamos vê-lo novamente em breve no nosso blog. Até a próxima!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui