Mensagens CAN Codificadas e Decodificadas

0
268
Mensagens CAN Codificadas e Decodificadas

Codificação e Decodificação de Mensagens CAN: Análise técnica dos métodos de codificação e decodificação utilizados no protocolo CAN, incluindo os aspectos de formatação de mensagens e tratamento de erros.

O protocolo Controller Area Network (CAN), ou Rede de Área de Controlador, é um protocolo de comunicação amplamente utilizado em sistemas embarcados para permitir a troca de dados entre diferentes dispositivos. Foi desenvolvido pela empresa alemã Robert Bosch GmbH na década de 1980 e desde então tem sido adotado em uma variedade de aplicações, desde automóveis até equipamentos industriais. O CAN é conhecido por sua robustez e confiabilidade, tornando-o uma escolha popular para ambientes hostis onde a comunicação é crítica.

A principal característica do protocolo CAN é sua capacidade de suportar comunicação em rede com alta taxa de transferência de dados e baixa latência. Isso é possível graças a um conjunto de técnicas de codificação e decodificação de mensagens específicas, que garantem a integridade dos dados transmitidos. Neste artigo, vamos explorar esses métodos em detalhes, desde os fundamentos da codificação até a análise técnica dos algoritmos utilizados.

Fundamentos da codificação de mensagens CAN

Antes de mergulhar nos métodos de codificação utilizados em mensagens CAN, é importante entender os fundamentos dessa abordagem de comunicação. O CAN utiliza uma técnica conhecida como codificação binária para representar os dados transmitidos. Isso significa que cada bit de informação é representado por um valor lógico 0 ou 1.

Além disso, o CAN utiliza um esquema de codificação diferencial, o que significa que a informação transmitida é baseada na diferença entre os bits consecutivos, e não no valor absoluto de cada bit. Essa abordagem tem várias vantagens, incluindo maior imunidade a ruídos e interferências e menor consumo de energia. Esses fundamentos são essenciais para entender os métodos de codificação e decodificação utilizados no protocolo CAN.

https://blog.lri.com.br/rede-can-o-que-e-como-funciona-e-como-usar/

Métodos de codificação utilizados no protocolo CAN

Existem dois métodos principais de codificação utilizados no protocolo CAN: NRZ (Non-Return-to-Zero) e Manchester. O método NRZ é mais comumente usados e envolve a representação de um bit lógico 0 por uma tensão constante e um bit lógico 1 por uma mudança de tensão. O método Manchester, por outro lado, utiliza transições de tensão para representar os bits lógicos 0 e 1.

Ambos os métodos têm suas vantagens e desvantagens. A codificação NRZ é mais simples de implementar e requer menos circuitos eletrônicos, o que a torna mais econômica. No entanto, ela é mais suscetível a erros de sincronização e pode ser mais afetada por ruídos e interferências. A codificação Manchester, por outro lado, é mais robusta e possui um mecanismo embutido de sincronização, mas requer mais circuitos eletrônicos e é mais cara de implementar.

Análise técnica dos métodos de codificação

A escolha entre os métodos de codificação NRZ e Manchester depende das necessidades específicas do sistema e das restrições de custo e desempenho. A codificação NRZ é amplamente utilizada em aplicações automotivas, onde a simplicidade e o baixo custo são cruciais. A codificação Manchester é mais comumente encontrada em aplicações industriais, onde a confiabilidade e a imunidade a ruídos são mais importantes.

Além dos métodos NRZ e Manchester, o protocolo CAN também inclui um mecanismo de bit stuffing para evitar problemas de sincronização. O bit stuffing envolve a inserção de bits adicionais, conhecidos como bits de stuffing, em determinados pontos da mensagem. Esses bits são detectados e removidos pelo receptor, garantindo que a sincronização seja mantida e evitando erros de decodificação ou mensagens CAN.

U-7544M – Módulo OPC UA com 8 Canais DI, 8 Canais DO e 2 Ethernet Switch

Mensagens CAN Codificadas e Decodificadas

Aspectos de formatação de mensagens CAN

Além dos métodos de codificação, o protocolo CAN também define uma estrutura de mensagem específica para a transmissão de dados. Cada mensagens CAN é composta por um cabeçalho e um campo de dados. O cabeçalho contém informações importantes, como o identificador da mensagem, o tamanho do campo de dados e os bits de controle.

O identificador da mensagem é usado para identificar a origem e o destino da mensagem e é composto por um número de bits fixo, dependendo da versão do protocolo CAN. O tamanho do campo de dados indica o número de bytes de dados transmitidos na mensagem. Os bits de controle são usados para sinalizar informações adicionais, como a prioridade da mensagem e se a mensagem é um pacote de dados ou um comando de controle.

Tratamento de erros no protocolo CAN

Um aspecto crítico do protocolo CAN é o tratamento de erros durante a transmissão e recepção de mensagens CAN. O CAN utiliza um mecanismo de detecção e correção de erros conhecido como CRC (Cyclic Redundancy Check). O CRC envolve a geração de um valor de verificação com base nos dados transmitidos e a comparação desse valor com o valor recebido pelo receptor.

Se houver uma diferença entre os dois valores, significa que ocorreu um erro durante a transmissão e a mensagem é descartada. O CAN também inclui um mecanismo de retransmissão automática de mensagens CAN em caso de falha na transmissão inicial. Esses mecanismos de detecção e correção de erros garantem a integridade dos dados transmitidos e aumentam a confiabilidade do protocolo CAN.

Decodificação de mensagens CAN: conceitos-chave

A decodificação de mensagens CAN envolve a interpretação dos dados recebidos e a extração das informações relevantes. Para isso, o receptor precisa conhecer a estrutura da mensagem CAN e os métodos de codificação utilizados. A decodificação começa com a detecção do início da mensagem, que é indicado por uma transição de tensão específica no caso do método Manchester, ou pela ausência de transições no caso do método NRZ.

Uma vez que o início da mensagem é detectado, o receptor pode extrair o cabeçalho da mensagem, incluindo o identificador, o tamanho do campo de dados e os bits de controle. O receptor também precisa decodificar os bits de controle para determinar se a mensagem é um pacote de dados ou um comando de controle. Em seguida, o receptor pode decodificar o campo de dados e extrair as informações específicas contidas na mensagem.

Métodos de decodificação utilizados no CAN

Assim como os métodos de codificação, existem diferentes abordagens para a decodificação de mensagens CAN. Uma abordagem comum é a utilização de circuitos integrados dedicados, conhecidos como controladores CAN, que possuem a funcionalidade de decodificação embutida. Esses controladores são projetados para lidar com a codificação e decodificação de mensagens CAN de forma eficiente e confiável.

Outra abordagem é a implementação de algoritmos de decodificação em software, utilizando microcontroladores ou processadores dedicados. Esses algoritmos podem ser mais flexíveis do que os controladores em mensagens CAN dedicados, pois permitem a personalização e a adaptação do processo de decodificação de acordo com as necessidades específicas do sistema.

U-7524M – Módulo OPC UA com 4 Canais AO, 5 Canais DI, 5 Canais DO e 2 Ethernet Switch

Mensagens CAN Codificadas e Decodificadas

Análise técnica dos métodos de decodificação

A escolha entre os métodos de decodificação baseados em hardware e software depende das restrições de custo, desempenho e flexibilidade do sistema. Os controladores em mensagens CAN dedicados geralmente oferecem maior desempenho e menor consumo de energia, mas podem ser mais caros de implementar. Além disso, eles podem ter menos flexibilidade do que os algoritmos de decodificação baseados em software.

Por outro lado, os algoritmos de decodificação baseados em software podem ser mais baratos e flexíveis, mas podem exigir mais recursos de processamento e podem ter um desempenho inferior em relação aos controladores dedicados. A escolha do método de decodificação adequado deve levar em consideração esses fatores e as necessidades específicas do sistema.

Considerações finais sobre codificação e decodificação no CAN

A codificação e decodificação de mensagens são aspectos fundamentais do protocolo CAN, garantindo a transmissão confiável e eficiente de dados em sistemas embarcados. A escolha dos métodos de codificação e decodificação adequados depende das necessidades específicas do sistema, incluindo restrições de custo, desempenho e flexibilidade.

O protocolo CAN oferece uma variedade de opções para a codificação e decodificação de mensagens CAN, desde os métodos de codificação NRZ e Manchester até a utilização de controladores dedicados ou algoritmos baseados em software. Cada abordagem tem suas vantagens e desvantagens, e a escolha correta depende de uma análise cuidadosa das necessidades do sistema.

Em resumo, a codificação e decodificação de mensagens CAN são tópicos complexos, mas essenciais para garantir a comunicação confiável entre dispositivos em sistemas embarcados. Compreender os métodos e técnicas utilizados no protocolo CAN pode ajudar a melhorar o desempenho e a confiabilidade de sistemas críticos.

Agradecimento

Esperamos que você tenha gostado deste artigo.

Se você ficou com alguma dúvida ou quer saber mais sobre esse assunto, deixe um comentário no nosso blog ou no nosso fórum de discussões.

Nossa engenharia terá o maior prazer em responder ao seu e-mail as suas perguntas e ajudá-lo a entender melhor esse tema.

Também gostaríamos de saber a sua opinião sobre este texto. Você o achou informativo, didático e envolvente? Você aprendeu algo novo com ele? Você tem alguma sugestão de melhoria ou de outro tópico que você gostaria de ver no nosso blog?

Sua participação é muito importante para nós, pois nos ajuda a melhorar a qualidade dos nossos conteúdos e a atender as suas necessidades e expectativas. Por isso, não deixe de nos enviar o seu feedback.

Agradecemos pela sua leitura e esperamos vê-lo novamente em breve no nosso blog. Até a próxima! 😊

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui