Modelo OSI, Uma Visão Detalhada

3
117
Modelo OSI
Modelo OSI

Introdução ao Modelo OSI

O Modelo OSI (Open Systems Interconnection) é um modelo de referência para protocolos de rede desenvolvido pela ISO (International Organization for Standardization) no final da década de 1970. Ele foi criado para facilitar a comunicação entre diferentes sistemas de computadores, permitindo a interoperabilidade entre eles.

O modelo é composto por sete camadas, cada uma responsável por funções específicas no processo de comunicação. Essas camadas trabalham em conjunto para garantir que os dados sejam transmitidos de forma eficiente e confiável, independentemente da rede ou dos dispositivos utilizados.

Neste artigo, vamos explorar cada uma das camadas do Modelo OSI, detalhando suas funções e como elas se relacionam com as outras camadas. Vamos começar pela camada física.

A camada física no Modelo OSI

A camada física é a primeira camada do Modelo OSI e está relacionada com a transmissão dos dados através do meio físico, como cabos de rede, fibra ótica ou ondas de rádio. Ela define as especificações técnicas e elétricas que permitem a transmissão dos dados.

Nessa camada, são definidos os dispositivos de rede, como placas de rede, hubs e switches, que são responsáveis por enviar e receber os dados. Além disso, são definidos os tipos de sinais utilizados para a comunicação e a forma como os bits são codificados.

Um exemplo de protocolo utilizado na camada física é o Ethernet, que define as especificações para a transmissão dos dados em redes locais. Esse protocolo utiliza cabos de rede e sinais elétricos para enviar os bits de um dispositivo para outro.

GW-7663 CR – Gateway PROFINET para Modbus TCP

Modelo OSI, Uma Visão Detalhada

A camada de enlace de dados no Modelo OSI

A camada de enlace de dados é responsável pelo controle do fluxo dos dados entre os dispositivos de rede adjacentes, ou seja, aqueles que estão diretamente conectados. Ela garante que os dados sejam transmitidos de forma confiável e sem erros.

Nessa camada, são definidos os protocolos de acesso ao meio, que determinam como os dispositivos compartilham o meio físico para transmitir os dados. Também são definidos os tipos de quadros utilizados para encapsular os dados, adicionando informações como endereços de origem e destino.

Um exemplo de protocolo utilizado na camada de enlace de dados é o protocolo Ethernet, que define como os dispositivos compartilham o meio físico e como os quadros são formatados. Outro exemplo é o protocolo Wi-Fi, utilizado em redes sem fio, que também define as regras de acesso ao meio e o formato dos quadros.

A camada de rede no Modelo OSI

A camada de rede é responsável pelo roteamento dos dados através da rede. Ela define os protocolos e algoritmos utilizados para determinar a melhor rota para transmitir os dados do ponto de origem ao ponto de destino.

Nessa camada, são definidos os endereços IP, que identificam de forma única cada dispositivo na rede. Além disso, são definidos os protocolos de roteamento, que determinam como os pacotes são encaminhados pelos roteadores.

Um exemplo de protocolo utilizado na camada de rede é o protocolo IP (Internet Protocol), que define os endereços IP e as regras para o roteamento dos pacotes. Outro exemplo é o protocolo ICMP (Internet Control Message Protocol), utilizado para enviar mensagens de controle e diagnóstico na rede.

A camada de transporte no Modelo OSI

A camada de transporte é responsável pela entrega dos dados de forma confiável e ordenada. Ela permite que os dados sejam divididos em pacotes e reagrupados no destino, garantindo que todas as informações sejam transmitidas corretamente.

Nessa camada, são definidos os protocolos de transporte, como o TCP (Transmission Control Protocol) e o UDP (User Datagram Protocol). O TCP é um protocolo orientado à conexão, que garante a entrega confiável dos dados, enquanto o UDP é um protocolo sem conexão, que não garante a entrega confiável, mas possui uma menor sobrecarga.

O TCP utiliza um mecanismo de controle de fluxo e um mecanismo de controle de congestionamento para garantir que os dados sejam transmitidos no ritmo adequado e que a rede não fique congestionada. O UDP, por sua vez, não possui esses mecanismos, o que o torna mais adequado para aplicações que exigem uma transmissão rápida, como a transmissão de áudio e vídeo em tempo real.

Modelo OSI, Uma Visão Detalhada
Modelo OSI, Uma Visão Detalhada 4

A camada de sessão no Modelo OSI

A camada de sessão é responsável pelo estabelecimento, manutenção e encerramento das sessões de comunicação entre os dispositivos. Ela permite que dois dispositivos estabeleçam uma conexão e definam como a comunicação será realizada.

Nessa camada, são definidos os protocolos de sincronização, que permitem que os dispositivos se comuniquem de forma coordenada, evitando problemas como duplicação de dados. Também são definidos os mecanismos de controle de acesso, que determinam como os dispositivos compartilham a comunicação.

Um exemplo de protocolo utilizado na camada de sessão é o protocolo TLS (Transport Layer Security), que é utilizado para estabelecer uma conexão segura entre um cliente e um servidor na internet. Esse protocolo utiliza criptografia para proteger os dados durante a transmissão e garante a autenticidade do servidor.

A camada de apresentação no Modelo OSI

A camada de apresentação é responsável pela formatação e representação dos dados, de forma que eles possam ser interpretados corretamente pelos dispositivos. Ela define como os dados são codificados e comprimidos, além de realizar a conversão entre diferentes formatos.

Nessa camada, são definidos os protocolos de codificação, que determinam como os dados são representados em bits. Também são definidos os protocolos de compressão, que reduzem o tamanho dos dados para otimizar a transmissão.

Um exemplo de protocolo utilizado na camada de apresentação é o protocolo ASCII (American Standard Code for Information Interchange), que define a representação dos caracteres em formato de texto. Esse protocolo utiliza uma tabela de 8 bits para representar os caracteres alfanuméricos, os números e os símbolos.

GW-7662 CR -Gateway PROFINET para Modbus RTU/ASCII

Modelo OSI, Uma Visão Detalhada

A camada de aplicação no Modelo OSI

A camada de aplicação é a última camada do Modelo OSI e é responsável pelas aplicações de rede. Ela define os protocolos e serviços utilizados pelas aplicações para se comunicarem através da rede.

Nessa camada, são definidos os protocolos de aplicação, como o HTTP (Hypertext Transfer Protocol) utilizado para transferir páginas web, o FTP (File Transfer Protocol) utilizado para transferir arquivos e o SMTP (Simple Mail Transfer Protocol) utilizado para enviar e receber e-mails. Também são definidos os serviços de nomeação, que permitem que os dispositivos sejam identificados por meio de nomes em vez de endereços IP.

Um exemplo de protocolo utilizado na camada de aplicação é o protocolo DNS (Domain Name System), que é utilizado para traduzir nomes de domínio em endereços IP. Esse protocolo permite que os usuários acessem os sites da internet através de nomes em vez de números.

Conclusão

O Modelo OSI é uma ferramenta essencial para entender o funcionamento das redes de computadores. Ele divide o processo de comunicação em sete camadas, cada uma com suas funções específicas. A camada física está relacionada com a transmissão dos dados, a camada de enlace de dados controla o fluxo dos dados, a camada de rede roteia os dados, a camada de transporte entrega os dados de forma confiável, a camada de sessão estabelece e mantém as sessões de comunicação, a camada de apresentação formata e representa os dados e a camada de aplicação define os protocolos e serviços utilizados pelas aplicações.

Entender o funcionamento de cada camada e como elas se relacionam é fundamental para o desenvolvimento e manutenção das redes de computadores. Além disso, o Modelo OSI também serve como base para o desenvolvimento de novos protocolos e para a resolução de problemas de comunicação.

Portanto, ao estudar o Modelo OSI, é importante estar atento às características e funcionalidades de cada camada, além das interações entre elas. Assim, será possível compreender de forma mais completa o funcionamento das redes de computadores e utilizar esse conhecimento para melhorar a eficiência e a confiabilidade das comunicações.

Agradecimento

Esperamos que você tenha gostado deste artigo.

Se você ficou com alguma dúvida ou quer saber mais sobre esse assunto, deixe um comentário no nosso blog ou no nosso fórum de discussões.

Nossa engenharia terá o maior prazer em responder ao seu e-mail as suas perguntas e ajudá-lo a entender melhor esse tema.

Também gostaríamos de saber a sua opinião sobre este texto. Você o achou informativo, didático e envolvente? Você aprendeu algo novo com ele? Você tem alguma sugestão de melhoria ou de outro tópico que você gostaria de ver no nosso blog?

Sua participação é muito importante para nós, pois nos ajuda a melhorar a qualidade dos nossos conteúdos e a atender as suas necessidades e expectativas. Por isso, não deixe de nos enviar o seu feedback.

Agradecemos pela sua leitura e esperamos vê-lo novamente em breve no nosso blog. Até a próxima! 😊

Referências externas:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Modelo_OSI

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui